Prefeitura adquire Castramóvel para cães e gatos

Administração Municipal de Lagoa da Prata, por meio da Secretaria de Saúde e Setor de Zoonoses, adquiriu um Castramóvel para realizar o controle populacional de cães e gatos da cidade. O serviço público de castração traz inúmeros benefícios para as pessoas, principalmente a prevenção de doenças que são transmitidas pelos animais.

O veículo contém três compartimentos que são equipados como em uma clínica: possui sala pré-operatória, onde acontece a raspagem do pelo e a anestesia; a sala cirúrgica, com todos os instrumentais necessários; e a sala pós-operatório, onde os animais recebem medicação de antibióticos e anti-inflamatórios e também um chip de identificação.

 

O chip é um dispositivo do tamanho de um grão de arroz, que é inserido debaixo da pele do animal. Ele permite que várias informações importantes dos cães ou gatos sejam arquivadas para controle do setor de Zoonoses, como por exemplo, a castração, as vacinas que foram aplicadas, nome do proprietário, etc.

No ano passado foram castrados 500 animais em Lagoa da Prata, por uma clínica veterinária contratada pelo município. A maioria desses animais são cães de rua, e todos eles receberam vacina, teste para leishmaniose e o chip de identificação. Com a aquisição do Castramóvel, este trabalho será mais abrangente e dinâmico, pois ele vai chegar mais facilmente a comunidades e bairros, inclusive Martins Guimarães.

As castrações terão início em breve, assim que os demais trâmites estiverem em conformidade com a legislação, como por exemplo, emplacamento e a chegada de suplementos medicamentosos.

 

Administração Municipal 2017/2020 – De mãos dadas com o povo!

Prefeitura faz campanha nas escolas para o bem-estar dos animais

O Setor de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde está realizando uma ação de conscientização sobre vários cuidados com os animais de estimação. O trabalho envolve palestras nas escolas do município, para alunos do 5º ano, e abrange temas como guarda responsável, zoonoses e bem-estar animal.

De acordo com a veterinária Paloma Fonte Boa, a intenção de trabalhar com as crianças é reconhecê-las como agentes multiplicadores da informação, para que haja uma sociedade que respeite mais os animais, com menos abandono e maus tratos. “Isso irá impactar diretamente na cidade, que terá um número menor de animais soltos nas ruas, menos transmissão de zoonoses e menos acidentes com mordedura”, disse a veterinária.

Além das campanhas educativas, o Setor de Zoonoses recolhe animais em situação de vulnerabilidade das ruas, realiza exame de leishmaniose, vacinação contra raiva e desverminação. Os animais saudáveis são castrados e disponibilizados para adoção.

1ª Pedalada contra o Aedes

 

No último sábado, dia 23, aconteceu a 1ª Pedalada contra o Aedes, realizada pela Vigilância Epidemiológica junto com o Comitê Municipal de Combate à Dengue. A ação envolveu vários ciclistas da cidade pedalando pelas principais ruas do Centro da cidade e chamando a atenção da população para os cuidados contra o mosquito Aedes.

A  chegada foi no Praça de Eventos. Lá foi montada uma estrutura com estantes informativos, mesa de frutas, cama elástica, tobogã, pipoca e algodão-doce. Também houve feirinha de adoção de cachorros, uma iniciativa do setor de zoonoses.

Administração 2017/2020 – De mãos dadas com o povo!

Saúde Pet

 

O sábado (21) também foi dia de cuidar da saúde dos animais. Os alunos do curso de Medicina Veterinária da UNA, junto com o Setor Municipal de Zoonoses e apoio da Special Dog e Anclivepa Minas, estiveram na Praça da Matriz para uma manhã de orientações acerca da Doença do Carrapato. Muitas pessoas que passavam pelo local receberam informações e puderam tirar dúvidas de como identificar, tratar e prevenir, para que tanto os bichos de estimação quanto seus donos fiquem protegidos.

Skip to content