#Abraça no CAPS

No dia 29 de março aconteceu o “#Abraça” no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Lagoa da Prata. Trata-se de um movimento em apoio à Luta Antimanicomial, que busca promover o debate sobre a garantia e efetivação dos direitos e da cidadania das pessoas em sofrimento mental e em uso abusivo de substâncias. O ato simbólico de dar um abraço na unidade do CAPS foi realizado com a participação dos usuários do centro, juntamente com seus familiares, amigos e profissionais da saúde.

Oficinas educativas no CAPS

O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Lagoa da Prata está realizando nas quintas-feiras de manhã oficinas diversas para os seus usuários. Temas como higiene bucal, cuidados com o uso de medicamentos e prevenção contra a dengue são abordados para que as pessoas estejam mais atentas à saúde no geral. Assim é possível maior integração e adesão aos tratamentos psicológicos e psiquiátricos.

Na última quinta, dia 21, a Dra. Raquel Pereira Dias, nutricionista integrante do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF), foi convidada para ministrar a oficina com o tema Reeducação Alimentar. Ela ensinou, de forma muito didática, as mudanças que devemos fazer para ter bons hábitos alimentares, e frisou bem os cuidados que os diabéticos precisam com as comidas.

 

Jogos de Verão

 

A Prefeitura, através da Secretaria de Desportos, realizou no último sábado (23) os Jogos de Verão, na Praia Municipal. Eles fazem parte de uma agenda anual de competições em várias categorias esportivas, para atletas amadores ou profissionais. Foi um dia inteiro de esporte e lazer, em nove modalidades – peteca, vôlei 4×4, natação em águas abertas, basquete 3×3, futebol de areia, futevôlei, corrida 5k, skate e yoga.

 

 

Muita saúde e alegria na melhor idade

Hidroginástica Praça de Esportes 240119

Hidroginástica na Praça de Esportes

O Projeto Movimento Saúde para a Melhor Idade, da Secretaria Municipal de Esportes de Lagoa da Prata, faz o maior sucesso na cidade. Ele atende gratuitamente cerca de 300 pessoas em onze núcleos dos bairros da cidade, com atividades de ginástica, terapêuticas, esportivas, de lazer e muita diversão. Além de exercícios físicos, a interação social e convivência entre os participantes é um importante aliado nesta etapa da vida, quando as pessoas de mais idade precisam muito estar inseridas em grupos de amizade e recreação.

Quem participa, garante que o programa traz inúmeros benefícios para o corpo e a mente. Sueli Borges Castro, 62 anos, frequenta o núcleo do bairro Chico Miranda, que funciona no salão comunitário São Vicente de Paula. Ela diz que não perde as aulas, três vezes por semana, e adora quando tem viagens para fazer com o grupo: “Estou no programa desde quando começou, e pra mim é uma maravilha. Eu percebo que quando eu me sinto cansada e vou para o núcleo, eu saio de lá revigorada. Além disso tem os eventos como os bailes e os passeios, tudo muito bom a saúde e autoestima”.

A dona Isabel da Conceição Silva, 63 anos, também frequenta o núcleo do Chico Miranda desde o início. Ela conta que está no grupo de dança Bela Flor e que foram vencedoras de um concurso em Itaúna: “Nós ensaiamos uma coreografia e recentemente fizemos a apresentação no Unidance, em Itaúna. Ganhamos o troféu de primeiro lugar. Também apresentamos na abertura dos Jogos Escolares de Lagoa da Prata. Pra mim é uma alegria participar e convido a todos da melhor idade a entrarem nos grupos”, aconselha.

Podem participar homens e mulheres, basta se inscrever nos núcleos que estão nas casas comunitárias dos bairros. As atividades acontecem nas segundas, quartas e sextas-feiras, de 7 às 8 horas da manhã.

Agentes das UBS’s vão usar tablets em suas visitas

Os agentes comunitários das UBS’s (Unidade Básica de Saúde) de Lagoa da Prata a partir de agora irão utilizar um novo sistema de trabalho nas suas visitas domiciliares. Cada um dos 65 profissionais que compõem a equipe recebeu no início de fevereiro um tablet com aplicativo especial para gestão dos seus atendimentos. Os testes e treinamentos já começaram e, dentro de poucos dias, todas as visitas já serão registradas com a nova ferramenta.

Este investimento da administração municipal faz parte de um cronograma da Secretaria de Saúde, que irá implantar um modelo de dados das ações na atenção básica. A aquisição dos tablets é forma de impulsionar a preparação das UBS’s para o uso de soluções de registros eletrônicos em todo o território nacional. De acordo com o secretário de Saúde, Geraldo de Almeida, esta é a primeira etapa da informatização, pois existe uma previsão de que os agentes de endemias também recebam da mesma ferramenta.

Por ano, cerca de 42 mil pessoas de todos os bairros da cidade recebem os agentes de saúde, somando média de 170 mil visitas. Para Geraldo, o uso dos tablets irá trazer muitos benefícios: “O principal objetivo é agilizar o trabalho dos agentes e melhorar a qualidade das informações coletadas nas visitas domiciliares. Outra grande vantagem é que, além de gerar uma economia com gasto com papeis e formulários, evita erros e extravios de documentos”, conclui.

Saúde Mental: Responsabilidade de todos

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), realizou na manhã do dia 31 de janeiro um encontro no Teatro Municipal Fausto Rezende, em menção ao movimento Janeiro Branco. O objetivo desta ação é chamar a atenção para o cuidado com a saúde mental, despertando nas pessoas atitudes que favoreçam o bem-estar do corpo e da mente.

Janeiro foi o mês escolhido para significar “reinício”, momento em que é comum se fazer reflexões, ou seja, é um convite a se refletir também a respeito da saúde mental. A cor branca foi pensada como algo vazio em que se pode projetar coisas novas, após concluir e fechar-se um ciclo.

Para dar início ao evento, houve uma apresentação de Juliana Alexandra, cantando as músicas “De Janeiro a Janeiro” e “Era Uma Vez”,  junto com Anderson, que é professor de música na AFA (Associação Francisco de Assis ). Logo após, a psicóloga Sally Garcia, que atuou no CAPS por mais de 20 anos, ministrou uma palestra com o tema Saúde Mental: Responsabilidade de todos.

 

 

 

 

 

 

Para Sally, é preciso pensar a saúde além do conceito de negação da doença. “Cabe uma reflexão, um convite às pessoas pensarem sobre suas vidas, sentido e propósito; pensarem na qualidade de seus relacionamentos, autoconhecimento, suas emoções, pensamentos e comportamentos”, disse a psicóloga para os participantes, que eram profissionais da saúde mental e também usuários dos serviços do CAPS.

Participe do Grupo de Auto Massagem e Meditação

A Prefeitura Municipal de Lagoa da Prata, através da Secretaria Municipal de Saúde informa:
Participe do Grupo Operativo de Auto Massagem e Meditação, procure a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência para mais informações e participe.

Você poderá participar também, através do NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família).

Administração 2017/2020 – De mãos dadas com o povo.

Setor de Zoonoses vai realizar 500 castrações de cães e gatos

A Secretária Municipal de Saúde e o setor de Zoonoses de Lagoa da Prata informaram que as castrações de cães e gatos no município foram retomadas. Serão realizados 500 procedimentos durante todo o ano de 2019 e a prioridade é para os animais que estão no canil municipal. Depois deles, serão castrados os animais que se encontram em situação de rua, dando sempre preferência às fêmeas.

Também têm prioridade os cães adotados no canil municipal, e, para isso, os seus tutores devem entrar em contato com o Setor De Zoonoses para o agendamento. Somente após estas castrações é que será possível realizar o procedimento em animais que possuem tutores, dando preferência a cães de famílias de baixa renda, em conformidade com laudo da Assistência Social da Secretaria Municipal de Saúde.

Canil Municipal

A importância da castração vai muito além do controle populacional. O procedimento nos animais diminui a agressividade e a demarcação de território e, no caso das fêmeas, reduz o risco de infecções de útero e de desenvolverem tumor de mamas.

As cirurgias estão sendo realizadas por uma clínica veterinária contratada, e pelo setor de zoonoses da Secretária de Saúde. Após as incisões os animais ficam no canil municipal em tratamento pós-operatório e aguardando adoção. Passado um período, o animal que não for adotado é devolvido ao mesmo local de seu recolhimento, observando o cumprimento da Lei Municipal 2323/2014. Todos são entregues vermifugados, vacinados contra raiva, e com exame negativo para leishmaniose.

Agendamento para visita no canil e mais informações podem ser obtidas no Instituto Municipal de Análises Clinicas – Setor de Zoonose, Rua Cirilo Maciel, nº 64, Centro. Ou pelo telefone 3261-3001.

Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti em Lagoa da Prata

A Prefeitura Municipal de Lagoa da Prata informa que, a partir desta segunda-feira (07) de Janeiro de 2019, a equipe da Vigilância Epidemiológica estará realizando o LIRAa (Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti).

Receba o agente, devidamente identificado em sua residência e estabelecimento, para que seja feita a coleta de possíveis larvas para análise.
Prevenir ainda é o melhor remédio.

Skip to content