Encontro de idosos

Os idosos atendidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social através dos CRAS, unidades Chico Miranda e Marília, receberam na tarde dessa quarta-feira (31/07) visitas muito especiais. Vieram de Santo Antônio do Monte mais de 40 idosos que frequentam o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de lá para um encontro recreativo na Praia Municipal, tendo como objetivo principal o fortalecimento da convivência social.

 

A tarde foi de relaxamento, abraços, cantoria, piquenique e muita troca de experiências boas. E para finalizar os integrantes receberam a personagem Dona Carismélia, uma idosa de 76 anos que “vive vivendo”, interpretada pela secretária municipal de Assistência Social, Cali Silva. Foi ao som de muitas gargalhadas dos idosos que a personagem trouxe reflexões que estimulam a convivência social e chamam a atenção para os cuidados com situações que podem violentar os direitos dos idosos e colocá-los em riscos.

Conferência Municipal de Esportes

A Secretaria Municipal de Esportes realizou a 2ª Conferência Municipal de Esportes, na tarde do dia 25 de julho. O evento aconteceu no Teatro Fausto Rezende e teve como tema “A importância do esporte na formação do cidadão”.

Mais de cem pessoas compareceram para as discussões e proposições sobre fomentação e melhorias no esporte em Lagoa da Prata. Dentre os participantes estavam professores de Educação Física; conselheiros municipais de Esportes; representantes de clubes e associações esportivas; equipes de futebol amador e a imprensa esportiva.

O renomado treinador e professor de Educação Física Fernando de Oliveira, da Universidade Federal de Lavras ministrou uma palestra sobre o tema escolhido para a conferência. Ele desenvolveu projetos importantes junto com a prefeitura de Lavras, e seu trabalho é reconhecido nacionalmente.

CRAS e Serviço de Convivência promovem campanha antidrogas

 

O  Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV)  de Lagoa da Prata promovem neste mês de julho um trabalho de prevenção combate ao uso de drogas, voltado para crianças a partir de 6 anos de idade até jovens de 18 anos. O tema da campanha é “Quem se informa não usa drogas”, com ações que já estão acontecendo através de discussões e cartazes, principalmente nas instituições que assistem pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No dia 24 de julho, a policial cabo Rosali Mendonça, atuante no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), ministrou palestras em dois turnos, às 8h e às 14h, na quadra do SCFV (rua Maranhão, 120). Participaram crianças e adolescentes das associações Sara Aparecida e Francisco de Assis, da Amavi, do SCVF, os jovens aprendizes da Rede Cidadã, e as famílias assistidas pelo CRAS.

No dia 25 de julho, o ponto de encontro foi na Praça da Matriz São Carlos Borromeu, e esses jovens saírem em passeata pelas principais vias do Centro da cidade. De acordo com Márcia Cristina, o objetivo da campanha é levantar uma discussão para que a sociedade possa ouvir os adolescentes e saber o que eles têm de informações sobre esse assunto. “O tema da campanha ‘Quem se informa não usa drogas’ é justamente porque acreditamos que podemos trabalhar com informações para combater os problemas sociais causados pelo uso abusivo de drogas lícitas e ilícitas”, disse.

Franciara Castro, coordenadora do SCFV, também está envolvida na organização da campanha. Ela conta que o  motivo deste trabalho  atingir crianças a partir de 6 anos é porque, infelizmente, são muitas as situações de famílias utilizando drogas perto dos filhos.  “Precisamos iniciar a prevenção com as crianças, porque elas estão sendo muito expostas ao risco. Durante as nossas abordagens sociais fica claro que muitas pessoas tiveram início da dependência química por conta do envolvimento com usuários de drogas na própria família”.

‘Pesagem do Bolsa Família’ acontece nos PSF’s dia 26

No dia 26 de julho todas as unidades de PSF’s e a Policlínica 1 estarão fazendo a ‘Pesagem do Bolsa Família’ para os beneficiários desse programa. As famílias cadastradas precisam atualizar suas informações com relação à saúde para que o benefício não seja bloqueado pelo governo, pois esta é uma exigência do Ministério da Saúde, que cobra os dados a cada quatro meses.

O beneficiário deverá levar o cartão do Bolsa Família, e os cartões de vacinação e da gestante, se estiver grávida. Entre as questões da saúde exigidas estão a pesagem das crianças na faixa etária de zero a sete anos, além da atualização do cartão vacinal. Mulheres de 14 a 44 anos também devem passar por acompanhamento, principalmente gestantes e quem estiver amamentando. Caso a pessoa não possa ir no dia 26 de julho, ela deve antecipar a pesagem em qualquer outro dia.

Quem não fizer essa atualização pode receber uma notificação, seguida de bloqueio e suspensão do Bolsa Família. De acordo com Sabrina Novaes, coordenadora da Saúde Básica de Lagoa da Prata, a meta é atualizar 80% dos beneficiários. Entretanto, ela diz que as pesagens anteriores não têm alcançado o número, porque muitas pessoas não vão até suas unidades de saúde para tal e acabam perdendo o benefício.

Adircilene Batista, professora da rede municipal de ensino, é finalista do Prêmio Educador Nota 10

 

O brilhante trabalho da educadora Adircilene Lerilda Batista e Silva eleva o nome de Lagoa da Prata no cenário nacional quanto à qualidade da educação da rede municipal. Ela está entre os 50 melhores professores do Brasil, e é a única de Minas Gerais classificada finalista no Prêmio Educador Nota 10. Em sua 22ª edição, este é o maior e mais importante prêmio da Educação Básica Brasileira, que selecionou os finalistas dentre quase cinco mil inscritos.

Adircilene atua na educação de crianças do Ensino Fundamental na Escola Municipal Monteiro Lobato, e desenvolveu um projeto sobre a presença africana no Brasil no contexto da escravidão. De forma bem lúdica e criativa, ela ingressou seus alunos no estudo da festa do Congado como parte da história da vida cultural de Lagoa da Prata.

A Secretaria Municipal de Educação e a Administração Municipal parabenizam Adircilene por essa grande conquista.

Administração 2017/2020 – De mãos dadas com o povo.

Prefeitura inaugura auditório do Cemei Alexandre com capacidade para 225 pessoas.


A Prefeitura Municipal de Lagoa da Prata inaugurou no dia 6 de julho o AUDITÓRIO JACQUELINE ROCHA DE OLIVEIRA BAIA, com capacidade para abrigar 225 pessoas. A obra se refere à conclusão da segunda fase da construção do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Alexandre Bernardes Primo, no centro da cidade, que agora totaliza a área de 1.042,45 m2.

Em um espaço de 503,25 m2, o auditório possui palco; sanitários masculinos e feminino (acessíveis a pessoas portadoras de necessidades especiais); biblioteca; sala de professores com lavabo; pergolado; cobertura para cama elástica; parquinho com piso revestido em grama sintética e salas para almoxarifado, diretoria e supervisão.

A escola foi fundada há mais de 60 anos, e antes era chamada de Dona Tilosa. No início do ano passado ela foi demolida para dar lugar às novas instalações, com o planejamento para duas fases de construção. A primeira parte foi entregue em outubro, uma edificação que transformou o local em um ambiente bem mais amplo, moderno, confortável e dentro dos padrões de acessibilidade. O investimento nestas duas obras totalizou quase R$2 milhões em recursos próprios do município.

Skip to content