A Secretária Municipal de Saúde e o setor de Zoonoses de Lagoa da Prata informaram que as castrações de cães e gatos no município foram retomadas. Serão realizados 500 procedimentos durante todo o ano de 2019 e a prioridade é para os animais que estão no canil municipal. Depois deles, serão castrados os animais que se encontram em situação de rua, dando sempre preferência às fêmeas.

Também têm prioridade os cães adotados no canil municipal, e, para isso, os seus tutores devem entrar em contato com o Setor De Zoonoses para o agendamento. Somente após estas castrações é que será possível realizar o procedimento em animais que possuem tutores, dando preferência a cães de famílias de baixa renda, em conformidade com laudo da Assistência Social da Secretaria Municipal de Saúde.

Canil Municipal

A importância da castração vai muito além do controle populacional. O procedimento nos animais diminui a agressividade e a demarcação de território e, no caso das fêmeas, reduz o risco de infecções de útero e de desenvolverem tumor de mamas.

As cirurgias estão sendo realizadas por uma clínica veterinária contratada, e pelo setor de zoonoses da Secretária de Saúde. Após as incisões os animais ficam no canil municipal em tratamento pós-operatório e aguardando adoção. Passado um período, o animal que não for adotado é devolvido ao mesmo local de seu recolhimento, observando o cumprimento da Lei Municipal 2323/2014. Todos são entregues vermifugados, vacinados contra raiva, e com exame negativo para leishmaniose.

Agendamento para visita no canil e mais informações podem ser obtidas no Instituto Municipal de Análises Clinicas – Setor de Zoonose, Rua Cirilo Maciel, nº 64, Centro. Ou pelo telefone 3261-3001.

Não há comentários para este post

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos marcados com (*) são obrigatórios.

Skip to content