O Caps de Pompéu convidou o Caps de Lagoa da Prata para uma partida amistosa de futsal. O time de Lagoa venceu por um placar de 8 x 5, e levantou o troféu do evento, que fez parte da comemoração do Setembro Amarelo, mês que marca a prevenção ao suicídio. A partida aconteceu na última terça-feira (25/09/2018) na Praça de Esportes de Pompéu.

A iniciativa e a organização correram por conta da Prefeitura de Pompéu, da Secretaria de Saúde e do Caps de lá.

O evento contou com café da manhã, o jogo amistoso e uma grande confraternização. Os atletas de Lagoa da Prata foram levados por uma van cedida pela Prefeitura de Lagoa da Prata.

Sobre a Oficina de Futebol do Caps: existe há mais de cinco anos e tem o objetivo de fomentar a prática da atividade esportiva (geralmente os pacientes com transtornos mentais graves, como os tratados pelo Caps, não praticam esportes e por isso podem ver reduzida sua qualidade de vida e as possibilidades de tratamento), a socialização entre pacientes, familiares, profissionais e membros da comunidade (todos esses atores citados podem participar das oficinas e cabe dizer que os pacientes com graves transtornos mentais costumam viver de forma excluída da sociedade) e o ensino de formas éticas de convivência (nosso time não fez nenhuma falta no jogo contra Pompéu, mostrando que vencer a todo custo não é nossa prioridade).

Este é o terceiro evento que o Caps de Lagoa da Prata participa com a oficina de futebol. O primeiro foi o Torneio Centro Oeste Craques da Vida, que reuniu sete cidades para participar da disputa, que ocorreu em Pará de Minas. Cada cidade levou pacientes de seus Caps e de outras instituições que trabalham na área da saúde mental. O Caps de Lagoa da Prata foi campeão. O segundo evento, realizado no mês de agosto/2018, foi uma copinha – melhor de 3  contra a Comunidade Terapêutica Novo Caminho que  venceu o Caps duas das 3 partidas.

Segundo o Psicólogo do Caps, Rodrigo Tavares Mendonça: “A oficina de futebol do Caps é um sucesso há muitos anos, é um dos grupos do Caps que mais têm adesão dos pacientes. Além de fomentar a prática esportiva, a oficina trabalha a socialização dos pacientes e a convivência ética em sociedade. Muitos pacientes com graves transtornos mentais encontram na oficina uma fonte de alegria para suas vidas e nos eventos que estamos realizando um sentido novo em suas ações. Acredito que estamos contribuindo muito com a melhoria da qualidade de vida desses pacientes por meio da oficina.”

Prefeitura de Lagoa da Prata
Administração 2017/2020 – de mãos dadas com o povo.

Não há comentários para este post

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos marcados com (*) são obrigatórios.