1- O período da campanha será do dia 25/04 a 01/06/2018
2- A vacina estará disponível em todos os PSF e Policlínica II das 8:00 as 16:00hs
3- O dia D será 12/05 das 8:00 as 17:00 em todos os PSF e Policlínica II
4- A vacina da gripe diferente da febre amarela é composta por vírus morto não causando muitas reações, mas devendo sempre ficar atento as contraindicações;
5- A vacina aplicada na rede púbica é trivalente e da rede particular é tetravalente sendo que ambas possuem o vírus H3N2;
TRIVALENTE = AH1N1 + AH3N2 + B
QUADRIVALENTE = AH1N1 + AH3N2 + B + B
6- Os grupos que receberam a vacina são:
• Crianças de 6meses a menores de 5 anos (4 anos 11 meses e 29 dias)
• Idosos acima de 60 anos
• Gestantes em qualquer idade gestacional
• Puérperas até 45 dias pós-parto
• Profissionais de saúde
• Professores com a declaração da escola
• Portadores de doenças crônicas (tabela em anexo) com apresentação da receita da vacina do ano de 2018.
7- Os idosos muitas vezes possuem uma saúde mais debilitado tornando-o mais susceptível a desenvolver formas grave da gripe.
8- A vacina é contraindicada para indivíduos com reação alérgica grave a proteína do ovo ou derivados do ovo, reação grave a dose da vacina em anos anteriores e crianças menores de 6 meses.
9- O ministério da Saúde tanto acompanha, que a vacina utilizada este ano já tem em sua composição o vírus H3N2 que foi o responsável pelo surto mais recente de gripe que aconteceu nos EUA.
10- A vacina por ser de vírus morto não gera risco para gestantes podendo ser aplicada em qualquer idade gestacional. Vale ressaltar que este é um grupo que tem aderido pouco a campanha, porém mais susceptível a desenvolver complicações decorrentes da gripe.

Categorias de risco clínico com indicação da vacina influenza sazonal. Brasil 2018.

Indicações
Doença respiratória crônica Asma em uso de corticóide inalatório ou sistêmico (Moderada ou Grave);
DPOC;
Bronquiectasia;
Fibrose Cística;
Doenças Intersticiais do pulmão;
Displasia broncopulmonar;
Hipertensão arterial Pulmonar;
Crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade.
Doença cardíaca crônica Doença cardíaca congênita;
Hipertensão arterial sistêmica com comorbidade;
Doença cardíaca isquêmica;
Insuficiência cardíaca.
Doença renal crônica Doença renal nos estágios 3,4 e 5;
Síndrome nefrótica;
Paciente em diálise.
Doença hepática crônica Atresia biliar;
Hepatites crônicas;
Cirrose.
Doença neurológica crônica Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica;
Considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: AVC, Indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares;
Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular;
Deficiência neurológica grave.
Diabetes Diabetes Mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos.
Imunossupressão Imunodeficiência congênita ou adquirida
Imunossupressão por doenças ou medicamentos
Obesos Obesidade grau III.
Transplantados Órgãos sólidos;
Medula óssea.
Portadores de trissomias Síndrome de Down, Síndrome de Klinefelter, Sídrome de Wakany, dentre outras trissomias.

A apresentação da prescrição médica será obrigatória para o grupo de comorbidade, durante a campanha.

Prefeitura de Lagoa da Prata
Administração 2017-2020 – a saúde nas mãos de quem trabalha para o povo.

Não há comentários para este post

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos marcados com (*) são obrigatórios.