Os agentes comunitários das UBS’s (Unidade Básica de Saúde) de Lagoa da Prata a partir de agora irão utilizar um novo sistema de trabalho nas suas visitas domiciliares. Cada um dos 65 profissionais que compõem a equipe recebeu no início de fevereiro um tablet com aplicativo especial para gestão dos seus atendimentos. Os testes e treinamentos já começaram e, dentro de poucos dias, todas as visitas já serão registradas com a nova ferramenta.

Este investimento da administração municipal faz parte de um cronograma da Secretaria de Saúde, que irá implantar um modelo de dados das ações na atenção básica. A aquisição dos tablets é forma de impulsionar a preparação das UBS’s para o uso de soluções de registros eletrônicos em todo o território nacional. De acordo com o secretário de Saúde, Geraldo de Almeida, esta é a primeira etapa da informatização, pois existe uma previsão de que os agentes de endemias também recebam da mesma ferramenta.

Por ano, cerca de 42 mil pessoas de todos os bairros da cidade recebem os agentes de saúde, somando média de 170 mil visitas. Para Geraldo, o uso dos tablets irá trazer muitos benefícios: “O principal objetivo é agilizar o trabalho dos agentes e melhorar a qualidade das informações coletadas nas visitas domiciliares. Outra grande vantagem é que, além de gerar uma economia com gasto com papeis e formulários, evita erros e extravios de documentos”, conclui.

Não há comentários para este post

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos marcados com (*) são obrigatórios.

Skip to content